Notícia | Empresa é condenada a pagar indenização
Em 01/10/2012

Segundo notícia veiculada pela AASP empresa se excede na cobrança via e-mails a trabalhadora grávida e é condenada a pagar indenização.

O fato ocorreu na 6ª Câmara do TRT15, Processo 0018100-10.2009.5.15.0013:

“No que tange às mensagens eletrônicas, não descaracteriza a existência de abuso, configurador de assédio moral, o fato de serem impessoais certas mensagens, destinadas a mais de um empregado, pois, quando menos, podem ser vistas como uma reprovável postura que magoa outros empregados, além daquele que postula em juízo. Aliás, a se entender que supostas mensagens impessoais não geram consequências, quanto ao seu teor, estar-se-á abrindo uma brecha enorme para que assédios sejam, de maneira camuflada, consumados (pois é perfeitamente possível o envio de mensagens impessoais para várias pessoas, mas visando a uma ou algumas delas em particular, que bem saberão serem elas as destinatárias dos conteúdos, ou não?), reduzindo a possibilidade de proteção à pessoa do trabalhador, o que significa percorrer caminho contrário aos fins pretendidos com a figura de que se cuida.”

Enfim, a empresa ( reclamada ) alega que o teor das mensagens eram de cunho motivacional e não ameaçador, mas segundo o próprio relator, a analise do conjunto probatório revela que a empresa aplicava uma política de cobrança de resultados muito rigorosa que ultrapassava o senso da razoabilidade.

A notícia pode ser lida no link:

http://www.aasp.org.br/aasp/imprensa/clipping/cli_noticia.asp?idnot=13011

Para nós, este caso vem alertar às empresas de que é preciso muito cuidado e treinamento de seu pessoal, não apenas para assuntos técnicos, mas também para a relação entre pessoas.

Uma pessoa pode ser um ótimo profissional, mas deve saber lidar com outro ser humano e principalmente com equipes. Profissionais com cargos de gestão, deve ser exemplo e ser o primeiro a ser educado e tomar cuidado com suas palavras, seja presencial ou virtualmente, pois lembro de nossas palestras de conscientização, a empresa responde pelo seu empregado no exercício de suas funções (responsabilidade objetiva).




Confira também



Entrevista Mais Você - Senhas

Entrevista TV OAB SP - Pokemon Go



   
Rua Vergueiro, 2087 - cj.10
São Paulo, Vila Mariana - 04101-000
Tel. 11 5087 8850 | Cel. 11 9471-5800
www.sleimantreinamentos.com.br | www.edigital.br
cristina@sleiman.com.br
     

REDES SOCIAIS
Siga-nos no Facebook e Twitter
Acompanhe o nosso Blog